Mortos pelos Illuminati: John Kennedy e abraham Lincon


Coincidências entre Abraham Lincoln e John F. Kennedy.
 
Chegou no meu email uma lista incrível de coincidências que aconteceram entre os Ex-presidentes americanos lincoln e Kennedy.

Vejam elas:

Abraham Lincoln foi eleito para o Congresso em 1846.
John F. Kennedy foi eleito para o Congresso em 1946.

Abraham Lincoln foi eleito Presidente em 1860.
John F. Kennedy foi eleito Presidente em 1960.

Ambos se preocupavam muito com, sobretudo, os direitos civis.
Ambas as suas esposas perderam crianças enquanto habitavam a casa branca.

Ambos os Presidentes foram assassinados numa sexta-feira.
Ambos os Presidentes levaram um tiro na cabeça.

E agora é que se torna mais estranho:

O secretário de Lincoln chamava-se Kennedy,
O secretário de Kennedy chamava-se Lincoln.

Ambos foram assassinados por alguém dos estados do sul.
Ambos os Presidentes foram sucedidos por um homem do sul chamado Johnson.

Andrew Johnson, que sucedeu a Lincoln, nasceu em 1808.
Lyndon Johnson, que sucedeu a Kennedy, nasceu em 1908.

John Wilkes Booth, que assassinou Lincoln, nasceu em 1839…
Lee Harvey Oswald, que assassinou Kennedy, nasceu em 1939…

Ambos os assassinos eram conhecidos pelos seus 3 nomes.
Ambos os seus nomes eram formados por 15 letras.

E agora, segura-te:

Lincoln foi assassinado num teatro chamado “Ford”
Kennedy foi assassinado num carro da marca Lincoln, feito pela “Ford”

Lincoln foi assassinado num teatro e o seu assassino correu para um armazém para se esconder.
Kennedy foi assassinado a partir dum armazém e o seu assassino fugiu para um teatro e escondeu-se lá.

Booth e Oswald foram assassinados antes do seu processo.
1 semana antes de Lincoln ser assassinado, ele esteve em Monroe, no estado de Maryland
1 semana antes de Kennedy ser assassinado, ele esteve com Marilyn Monroe.
Assustador ou curioso?

A única resposta para estes fatos é: Existem os Illuminati

Nota: Os dois tiveram atritos e deixaram a Maçonaria e ambos tentaram mostrar o lado oculto dos Americanos mas foram imperdidos.
 

0 comentários:

Postar um comentário